Mont Saint Michel: lendas e manifestações do Arcanjo – Parte 1

Mont Saint Michel: lendas ligados à manifestações do Arcanjo.

Qual o mistério oculto no crânio de Santo Alberto?

Seria possível que o toque do Arcanjo Miguel durante o sonho de São Alberto tenha provocado o furo no crânio do bispo de Avranches?

Quais os registros sobre a origem da Abadia e do Mont Saint Michel que poderiam nos explicar o fenômeno?

france-mont-saint-michel-1657

De Mont Tombe à Mont Saint Michel au Péril de la Mer

Antigamente Mont Saint Michel era apenas uma rocha ligada ao continente com 78 metros de altura, que possuía encostas íngremes e estava localizada no meio a uma densa floresta. Esta floresta  ao longo do tempo, desapareceu sob às águas do mar.

Antes de se tornar uma ilha, o lugar, que  possuía uma pedra ou monumento megalítico, era considerado  sagrado pelos celtas, que o utilizavam  para rituais e sepultamento; por esta razão passou a ser chamado de Mont-Tombe (Monte da Tumba.

No século 5, o monte já havia se tornado uma ilha com seis quilômetros de água separando-a do continente, acessível apenas duas vezes por dia, na maré baixa.

Com o advento do cristianismo, na ilha foram construídos vários oratórios dedicados aos mártires cristãos, os quais eram velados por eremitas, os únicos habitantes do local.

O nome Mont Saint Michel tem sua origem ligada a lendas e manifestações do Arcanjo Miguel.

Lenda de Mont Saint Michel

Uma lenda conta que, por volta do Século 8°, o demônio assumiu a forma de um dragão do mar e começou a aterrorizar as pessoas pobres da vizinhança.

O Arcanjo Guerreiro, São Miguel, foi chamado para lutar contra esse demônio. O ser do mal lutou ferozmente, porém foi derrotado pelo Arcanjo, que levantou sua espada e ordenou que o animal voltasse ao mar e não reaparecesse.

A mesma lenda diz que, depois de ter assistido essa batalha, que começou no Monte Dol Breton e terminou no Mont Saint Michel, o Bispo de Avranches, Saint Albert, teve uma visão na qual o Arcanjo Miguel pediu-lhe que construísse um oratório em sua homenagem na ilha onde ele havia vencido mais uma vez as forças do mal.

Com medo de ter sido vítima de uma ilusão provocada pelas forças do mal, pois  o monte não tinha atrativos, sendo apenas uma rocha, afastada do continente, com pequenos arbustos, animais selvagens e alguns eremitas, o bispo não levou a sério as suas 2 primeiras visões com o Arcanjo.

 

3° Aparição de S. Miguel

Foi após a terceira vez que Saint Aubert aceita a veracidade de suas visões, pois para evitar dúvidas São Miguel Arcanjo toca com o seu dedo a cabeça do bispo, deixando ali uma marca. Ao retornar à consciência, Aubert percebe que tem uma cavidade redonda na parte traseira, à direita, do crânio.

Cranio de Saint Aubert com furo provocado pelo contato com o dedo de S. Miguel

A lenda do crânio será verdadeira ou falsa? O que realmente importa é que a história nos conta que efetivamente no ano de 708, Aubert constrói um pequeno oratório em forma de gruta com capacidade para 100 pessoas e esta construção marca o início do que se tornará a Abadia de Mont Saint Michel.

 

Continuação…. Mont Saint Michel: Lendas e Manifestações do Arcanjo – Parte 2

Deixe seu comentário