Embalos dos Anjos – Entrevista para revista da Livraria Cultura

 

Nos Embalos dos Anjos, figuras angélicas tomam contam das publicações.

Não é de hoje que os anjos estão presentes entre nós.

Reais ou não, suas histórias são antigas e até o mais cético dos homens, pelo menos quando criança, já deve ter feito um pedido para eles.

São também essas figuras que, depois das arrebatadoras publicações protagonizadas por vampiros – em especial a saga Crepúsculo, de Stephenie Meyer –, invadiram com força o mercado editorial nos últimos tempos.

“ A onda é sobrenatural, ou seja, lobisomens, zumbis, bruxas. Mas os anjos parecem estar vencendo a batalha.

Nas suas histórias, a aventura e a eterna luta do bem contra o mal continuam sendo as atrações”, salienta Ana Lima, gerente editorial da Galera Record e responsável pelo best seller Fallen, da escritora norte-americana Lauren Kate. No romance, a garota Luce se apaixona pelo anjo Daniel, que vive uma existência terrena.

No mesmo embalo, livros como Sussurro, de Becca Fitzpatrick, a série Beijada por um anjo, de Elizabeth Chandler, Halo, de Alexandra Adornetto, Beautiful Dead, de Eden Maguire, e Tempo dos anjos, de Anne Rice, já arrebatam milhares de fãs por todo o mundo.

Para a gerente editorial, assim como nas histórias com vampiros, o romance continua sendo um dos principais chamarizes dessas narrativas.

“O amor permanece impossível e idealizado. E, no caso de Fallen, acontece entre uma mortal e um anjo caído apaixonado, que está predestinado a ver sua amada morrendo a cada 17 anos”, conta ela.

Enquanto na literatura os seres angélicos ganham formas mais humanizadas e são passíveis de amar e sofrer, para a angeologia, ciência voltada ao estudo dos anjos, o tema é muito mais amplo e complexo do que na ficção.

Nos Embalos dos Anjos 

Sem asas nem sexo. Tampouco, maldade ou inveja.

Os anjos teriam surgido no segundo dos sete dias da simbologia bíblica da criação.

“Eles têm a origem ligada diretamente com a energia (2° Raio) do amor/sabedoria”. “São seres perfeitos, responsáveis pela distribuição da força divina através da canalização, triagem, retransmissão e ampliação da Luz”, diz Moacyr Martins, angeólogo, mestre em programação neurolinguística e autor, entre outros, de Encurtando Caminhos através dos Anjos Planetários.

Segundo o especialista, cada ser humano é acompanhado em todas as suas existências pelo que se denomina “anjo da guarda”.

Na hierarquia angelical, acima dos guardiões se encontram os arcanjos, patamar em que estariam os populares São Miguel, responsável por proteger toda a manifestação energética da influência do mal; Rafael, incumbido de curar os males físicos, emocionais e espirituais; e Gabriel, o arcanjo mensageiro da energia de Deus dentro de cada ser.

“Todos os anjos estão aqui, esperando alguém utilizar os seus serviços. Eles não são visíveis aos olhos, mas, sim, ao coração”, conclui Martins. ©

Deixe seu comentário