2 de fevereiro de 2016

Sobre

SOBRE ANGELLUZ E A LIVRARIA E ESPAÇO CULTURAL SHAMBALLA

Em 1989, minha esposa e eu abrimos uma livraria e espaço cultural esotérico com o nome de Shamballa. A inauguração foi mágica; estávamos no período de e, na hora marcada para a chegada dos convidados, a Lua estava visualmente maior do que nos dias normais.

A primeira noite de Lua Cheia do signo de Touro pairava com todo o seu esplendor em frente da loja, iluminando a porta de entrada. A casa ficou cheia de amigos e convidados. O clima era de tranquilidade, felicidade e harmonia!

Foi através da Shamballa que comecei a pesquisar sobre os Anjos. Fui incentivado por dois fatores:

  • Na época publicaram muitos livros sobre os seres angélicos e pouquíssimos deles tratavam do assunto com seriedade, deixando de fora o lado místico e da crendice. Para evitar que meus clientes criassem um falso conceito sobre o Reino dos Anjos, comecei a indicar livros e comentar as razões que me levavam a afirmar que aquele livro transmitia, por exemplo crendices ultrapassadas ou acreditava que os Anjos seriam nossos Mentores Espirituais. Como uma coisa leva à outra, em pouco tempo as pessoas incentivaram-me dar palestras e cursos sobre o tema;
  • Certo dia convidei para palestrar na Shamballa um professor universitário, profundo conhecedor de um ramo da Biologia – a Citologia, que tinha como hobby pesquisar sobre os Gnomos. A plateia ficou encantada com os slides exibidos e o profundo conhecimento que ele demonstrava sobre o mundo dos Gnomos e das Fadas; inclusive eu! Terminada a palestra fui conversar com ele e por impulso contei-lhe sobre algumas coincidências na minha vida. Em resposta ele me falou um pouco sobre o Anjos e aconselhou-me a me aprofundar no estudo da Angelologia.

Eu não conhecia essa palavra e talvez você também nunca ouviu falar sobre ela.

Angelologia é um ramo da teologia que estuda os anjos.

Santo Agostinho

Santo Agostinho

“As bases das doutrinas angelológicas ocidentais foram formuladas por Santo Agostinho século IV d.C; segundo ele, os anjos teriam uma natureza puramente espiritual e livre. De acordo com a doutrina angelológica agostiniana, os anjos estariam voltados tanto para o mundo espiritual quanto para o mundo visível, no qual interviriam com certa frequência. Para Agostinho, os homens e os anjos tinham semelhanças notáveis, tendo ambos sido criados à imagem de Deus. Ademais, ambos seriam criaturas inteligentes, porém os anjos sendo imateriais e os homens feitos de matéria.” [1]

SURGE O PROGRAMA DE RÁDIO “ANGELLUZ”

Quanto mais pesquisava, mais sentia que precisava transmitir, decodificar para as pessoas informações tão valiosas.

Da vontade de ensinar a pescar e não somente dar o peixe surgiu o programa de rádio “Angelluz”.

O nome surgiu da analogia com a palavra latina usada para nomear os Anjos: “angelus”. Interessante que quando pequeno no interior de São Paulo, para minha avó e vizinhas Angelus era a hora da Ave Maria.

Ainda hoje muitas rádios às 18h00, horário que o sol se põe e a natureza e os animais recolhem-se, tocam a Ave Maria de Schubert para que as pessoas lembrem-se de rezar agradecendo pelo dia que está terminando.

Da união Angel e Luz surgiu um programa, um convite para buscar a luz dentro de si, para resgatar a magia da vida, o positivismo, a fé, a esperança e a alegria de viver.

Anjo Guia

Anjo Guia

Resolvi então criar hábitos, alguns deles esquecidos pela maioria da população.

Durante anos, todas as manhãs minha voz através das ondas do rádio entrava na casa das pessoas convidando-as a parar durante alguns segundos com suas tarefas cotidianas, a meditar um pouco, a elevar o pensamento ao Divino Mestre agradecendo pelo dia, pedindo bênçãos e proteção.

Convidava os ouvintes a agradecer ao seu Anjo da Guarda pela noite, recuperação de energia; incentivava-os a conversar com o Anjo pedindo-lhe intuição e sabedoria; depois continuava o programa falando sobre a família angélica.

Queria e quero ainda transmitir para as pessoas uma visão de anjo bem diferente da visão popular.

Três crenças fortes cresceram na mente das pessoas:

  • Anjo é uma crendice ligada principalmente à religião católica;
  • Anjo é um ser de asas, que usa camisolão branco e sandálias, passa o tempo todo rezando ou cantando louvores ao Criador;
  • Anjo não se interessa pelas nossas dificuldades cotidianas, ou seja, não está nem aí se você brigou com seu vizinho, se tem dificuldades em lidar com aparelhos eletrônicos e assim por diante.
Anjo Luz Rosa

Anjo Luz Rosa

Os Anjos não merecem estes rótulos!

Os Anjos fazem parte da Criação Divina e são incansáveis trabalhadores em prol da evolução de todos os seres do planeta e principalmente da humanidade.

O site Angelluz  dá continuidade ao trabalho inciado através da rádio e compartilha com todos aqueles que possuem sintonia com a energia angélica os resultados de minhas pesquisas e experiência de vida através de artigos, vídeos, livros, cd’s e outras ferramentas virtuais.